14 de outubro de 2019

A disrupção dos BaaP: os bancos como plataforma

Por Yan Tironi – CEO do BBNK

Em um mundo altamente dinâmico e conectado, o desenvolvimento de soluções que sejam realmente eficientes aos seus usuários permanece no radar das empresas de tecnologia. Ao criar soluções para o mercado financeiro e bancário, então, este desafio é ainda maior. Afinal, não basta que o mecanismo facilite o dia a dia de todos, mas sim, ainda garanta comodidade e segurança ao usuário, bem como o oriente em futuras decisões em relação ao seu dinheiro.

A tendência é a de que plataformas reúnam, em um único ambiente, o máximo de produtos e serviços possíveis, bem como suas variações. Tudo isso em meio a uma oferta de uma experiência ágil, segura e, de preferência, personalizada. Em meio a este panorama, um modelo disruptivo já é observado por meio do surgimento dos BaaP (bank as a platform) – ou em língua portuguesa, “banco como plataforma”.

O modelo traduz o que será o futuro dos serviços bancários e financeiros e, para especialistas, promete influenciar ainda mais a forma de como as pessoas se relacionam com seu dinheiro. É um modelo que veio para ficar, pois proporciona benefícios tanto para empresas que apostam nessa inovação quanto para os clientes.

Sem dor de cabeça ou tempo a perder

Uma das características que coloca o BaaP como uma tecnologia disruptiva é a agilidade que ele oferece a diferentes perfis de usuário. Boa parte das pessoas está habituada a resolver praticamente tudo por meio de poucos cliques no celular. Assim, esse tipo de plataforma oferece aos usuários um sistema intuitivo e amigável, que não demanda horas (ou até dias) de pesquisa ou acesso a diversas fontes antes de optar por um produto financeiro ou bancário. Neste caso, basta informar à plataforma de forma rápida e simples o que precisa e, por meio de alguns cliques, é possível a chegar a uma opção ideal para cada caso.

Outros pontos fundamentais desse modelo são relacionados à segurança das transações realizadas e estabilidade do sistema. Esse gênero de plataforma, em geral, oferece ao usuário uma consultoria muito especializada, formada por profissionais com amplo conhecimento dos setores financeiro, bancário e tecnológico. Isso é importante porque, afinal, mesmo em meio a um cotidiano cercado por diferentes aparatos tecnológicos, há ainda aqueles que possuem certa resistência em realizar operações financeiras por meios virtuais – seja por falta de hábito ou familiaridade com esses recursos.

O diferencial BBNK

O BBNK, além de ter desenvolvido uma tecnologia própria de BaaP, deu um passo a mais. Empresas de todos os setores podem utilizar a plataforma BBNK para oferecer uma variada gama de produtos e serviços financeiros e bancários para funcionários, clientes, fornecedores e qualquer pessoa que faça parte da sua rede de relacionamento. Esse diferencial é chamado de white label: as empresas utilizam a sua própria marca (e credibilidade) para oferecer os serviços/produtos.

Outro ponto forte é que a plataforma BBNK pode ser totalmente personalizada com a cara da empresa e customizada para as necessidades de cada público. Assim, os usuários podem executar todas as operações oferecidas por um banco digital, tal como fazer abertura de contas, depósitos, transferências, investimentos, operações de câmbio, agendamentos e muito mais.

Com a oferta de serviços por meio da plataforma BBNK, as empresas têm uma oportunidade de estreitar ainda mais os laços com o seu público de relacionamento e, ao mesmo tempo, obter lucros consideráveis, dependendo dos volumes negociados.

Deixe um comentário